Reunião semanal do Heart Team do Ana Nery debate casos complexos; confira

Foi realizada na manhã desta terça-feira, 25 de janeiro, mais uma reunião semanal do Heart Team (Time do Coração) do Hospital Ana Nery.

Formada por equipes de cirurgiões cardíacos, anestesistas, cardiologistas clínicos, hemodinamicistas, enfermagem especializada, engenharia clínica e direção médica, o Heart Team tem como foco discutir os casos mais complexos, nos quais a decisão de intervir de forma percutânea ou cirúrgica não está clara.

Nesta terça, foram discutidos os casos de cinco homens (com idades entre 60, 62, 70, 71 e 82 anos) e duas mulheres (47 e 56 anos).

Nas reuniões do Heart Team, cada apresentação é liderada pelo clínico líder da enfermaria, com a apresentação feita pelo residente. Todos podem opinar e, em caso de não haver consenso, o clínico líder pode conduzir de forma orientada pelos melhores interesses do paciente e sua família.

Para casos mais avançados, há a participação da equipe especializada de cuidados proporcionais e paliação.

Além disso, todas as reuniões são registradas e compõem um acervo para pesquisa e consulta de casos complexos conduzidos pelo hospital.

Confira as decisões dos casos apresentados na reunião anterior:

  • Homem de 62 anos, hipertenso, tabagista,com IAM CSST no dia 16 de janeiro de 2022, anterior trombolisado, insuficiência cardíaca com fração de ejeção (FEVE)39% de etiologia isquêmica e classe funcional NYHA II, com alteração segmentar. Realizou CATE com padrão triarterial grave com DA aberta.
    Decisão da equipe: Diante de paciente com padrão triarterial, optado por estratégia de revascularização cirúrgica.
  • Homem de 82 anos, hipertenso e diabético. Em setembro teve diagnóstico de IAMSSST, realizando CATE evidenciando doença coronariana com padrão triarterial grave, com CD fechada, DA 90% e CX com lesão grave, onde foi avaliado pelo serviço de cirurgia cardíaca do Hospital Ana Nery (HAN) e optado por tratamento cirúrgico, porém por recusa do paciente o procedimento não foi realizado na ocasião. Apresentou queixa de dor torácica, sendo avaliado e diagnosticado em janeiro de 2022 com novo IAMSSST. Através da CER, hospital de origem solicita nova avaliação para tratamento cirúrgico.
    Decisão da equipe: Após avaliação de história e risco cirúrgico, optado por realizar tratamento percutâneo.
  • Homem de 68 anos, FEVE 66% (Simpson) com quadro de angina instável em dezembro/2021. CATE com lesão grave de DA ostial e proximal (padrão uniarterial).
    Decisão da equipe: Por tratar-se de lesão grave de óstio em que a angioplastia envolveria o TCE, em paciente com baixo risco cirúrgico, optado por cirurgia de revascularização miocárdica (RM).
  • Homem de 79 anos, hipertenso e diabético, com quadro de estenose aórtica (EAo) grave (Eco com AV 0,5 cm² e gradiente medio 48mmHg) – FEVE 40%. TC de tórax com ectasia da aorta ascendente (43mm em TC sem contraste).
    Decisão da equipe: Optado por seguir com cirurgia de TVAo.
  • Mulher de 62 anos, tabagista importante, IAM há 8 anos com CATE axilar,  e com estenose renal do rim direito (rim único a esquerda), deu entrada no 12º CS com queixa de dor torácica, intensidade 10/10, em aperto, que irradia para MSE, iniciada por volta de 09h do dia 12/01/2022.  IAMCSST parede inferior (12/01/2022) – Killip  e realizado trombólise com TNK. Delta T: 4:30h – atingidos critérios de reperfusão. Atualmente apresentando insuficiência mitral (IM) grave funcional.  Em 13/01/22 foi realizada tentativa de CATE pela artéria femoral direita, porém o fio guia não progrediu. Tentativa de realização pela artéria femorl esquerda, porém sem sucesso devido a oclusão crônica em artéria ilíaca comum esquerda. Realizada a punção da artéria braquial esquerda, porém evidenciada oclusão crônica de artéria subclávia esquerda, com enchimento tardio da artéria subclávia/axilar esquerda.
    Decisão da equipe: Discutido caso em Heart Team e optato em abordagem via axilar esquerda em conjunto cardiologia e cirurgia vascular.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Olá, em que posso ajudar?